Regina Madeira - Estrela Radiante

Brilho das Letras

Meu Diário
27/08/2012 22h38
GENEROSIDADE


GENEROSIDADE



 



Generosidade rima com bondade,



Com imparcialidade,



Com calmaria sem ansiedade,



Com felicidade,



Ser generoso é ser bondoso,



Imparcial, calmo, feliz e



Fazer os outros felizes.



A generosidade é da capacidade



De doação.



Daquilo que sai do coração,



E que podemos com os outros



Dividir,



Sem necessidade de se omitir,



Pois podemos admitir,



Que quando doamos fazemos bem



Para alma,



A nossa e a dos outros.



Se generoso o coração acalma,



Já que o que temos podemos repartir.



Quanto mais doamos,



Mais recebemos em troca.



O conhecimento é algo fluido,



Não se esgota.



E o pão mesmo que pouco,



Sempre sobra.



Sejamos generosos e ficaremos



Em paz com todo o Universo.



 



Regina Madeira - Estrela Radiante



 



"Imagem do google"



Publicado por Regina Madeira em 27/08/2012 às 22h38
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
25/06/2012 15h38
BOAS SEMENTES

BOAS SEMENTES

As sementes que plantamos,
Hoje são árvores frondosas,
Cresceram porque amamos,
Suas flores formosas.

Se plantamos boa semente,
Boa colheita será,
Basta regar simplesmente,
Com todo o amor que há.

A semente bem germinada,
Caiu em solo fecundo,
Vai verter amor na ramada,
E espalhar pelo mundo.

Regina Madeira-Estrela Radiante

"Imagem do Google"



 


Publicado por Regina Madeira em 25/06/2012 às 15h38
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
29/05/2012 16h45
MARIA IZABEL, UMA LEMBRANÇA DE VOCÊ




 



DESTINO INCERTO



Sentada debaixo



De um eucalipto.



Em frente a outro,



Que disposto em fila.



 



Estou a beira da estrada,



Estrada estreita, cheia de curvas,



Certos percursos são tão tortuosos.



Cobertos de pedras ponteagudas.



 



Sinto aquele cheiro no ar,



É um odor de mato,



Que qual fino extrato,



Quer me embriagar.



 



Solto meu pensamento,



Ao sabor do vento,



Mas em algum momento,



Tenho que voltar.



 



Texto começado por Maria Izabel e terminado por Regina Madeira - Estrela Radiante



 



 



 



 



Publicado por Regina Madeira em 29/05/2012 às 16h45
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
26/05/2012 21h52
SEM INTERNET

                          SEM INTERNET

A tecnologia deixou o homem muito mal acostumado. Nesse instante a Internet não funciona, causando uma frustração tamanha porque passamos a depender dela.
Antes dessa era tecnológica desenfreada, o que acontecia? Programávamos uma reunião de família, passeios, cinema, teatro, televisão, a boa e velha máquina de escrever, enviávamos cartas, bilhetes, telefonemas e tudo ficava acertado. Agora, não queremos mais conversar porque teclar é mais rápido e podemos até sorrir pelo computador. As câmeras são potentes, parece que estamos na casa da outra pessoa. Quando não tem câmera o rsrsrsrsrs substitui o riso. Essa é a famosa tecnologia.
Mas o que acontece quando a Internet falha???????
Aquela famosa arrancação de cabelos, como estou fazendo agora. A correspondência fica atrasada; não podemos rir com nossos amigos distantes; o trabalho fica atrasado; até a conta no banco vira. Os encontros amorosos se perdem. Empregos são passados para outra pessoa. E outros desastres mais.Que problemão!!!!
Apesar da grande quantidade de impostos que pagamos ainda estamos na Idade da Pedra.
Agora só me resta assistir um desenho em que tudo é de papel, inclusive a televisão da casa. E aguardar que a comunicação seja restabelecida!!!


                    Regina Madeira- Estrela Radiante


Publicado por Regina Madeira em 26/05/2012 às 21h52
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
10/04/2012 22h10
A DOR DO CRESCIMENTO


 



Depois de quatro meses aqui na NET,



Eu sinto como é duro escrever,



Às vezes a inspiração desaparece,



E vejo que é preciso aprender,



E surge alguém que pouco se conhece,



E ensina uma nova vida viver.



 



Estrela Radiante



 



 



 



Publicado por Regina Madeira em 10/04/2012 às 22h10
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 2 de 3 1 2 3 [«anterior] [próxima»]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras